Há 18 anos... - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

terça-feira, 1 de maio de 2012

Há 18 anos...

Hoje estão todos contentes
Porque faço 18 aninhos
A você que tanto gosta
Ofereço meu retratinho


É, hoje, dia 1°, Vitor completa 18 anos e confesso a vocês que sou feliz e agradecido demais por ser pai dele. Mais do que ensinar, aprendi e aprendo também com ele. Muito. Pai que observa filho sabe mais das coisas. Escolhi esta foto um pouco para ilustrar isso. Já ensinei uns acordes, mas hoje ele me ensina muito mais. Poderia ser uma outra foto, dele no meu colo, com 3 anos, com camisa do Avaí indo pra Ressacada ou pro carnaval do Limoense. Sou mais Avaí por causa do Vitor. Cresci muito sendo teu pai (obviamente não em altura; ligeiro me passou...). Tenho certeza que me tornei uma pessoa melhor por causa dele.

E pra ti, filho, desejo tudo de muito bom neste dia e sempre. Continue sendo este cara que muitos gostam sempre amigo e parceiro. Sucesso nas tuas escolhas na música, no esporte, na carreira que irás construir a partir de agosto na UFSC. Muito orgulho do filho que és. E neste momento, enquanto escrevo aqui, a música que tenho na cabeça é a que fiz quando ainda estavas para nascer:

ALÔ, PAI?

Alô, pai?
Eu chego em maio
Até lá, eu nado e mergulho
De um lado
Pro outro

Alô, pai?
Arruma meu berço
E manda um beijo
E um abraço
Pra mãe

E diz que eu não faço por mal
Não faço por querer
As dores que ela sente
Antes de eu nascer


Reparei agora que nesta música tem “um beijo e um abraço”, que por coincidência, tem também na letra da tua primeira música que mudou nome depois de um tempo pra "Beijo e abraço". E aqui vai então um beijo, um abraço e muitas felicidades, que de certo compartilho com a Monica, tua mãe, também. Parabéns, filho.

Um comentário:

Deixe seu comentário