Se essa rua fosse <i>mesmo</i> minha, não mandava asfaltar - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Se essa rua fosse mesmo minha, não mandava asfaltar

Há uns dois meses, ruas em vários pontos de Florianópolis estão recebendo uma nova camada de asfalto. É uma ação de fim de mandato da atual gestão da Capital catarinense. O que chama minha atenção - e tenho comentado nas redes sociais - é que muitas das ruas selecionadas não são exatamente aquelas que precisam de um recapeamento tão imediato ou urgente. Vai entender...se que é me entende.

E nesta necessidade de espalhar asfalto pela cidade, um vereador da base do prefeito Dário Berger teria encaminhado carta para moradores de algumas ruas, entre as quais a Belizário Berto da Silveira, onde moro, no bairro Saco dos Limões. Na carta, ele pergunta se os moradores querem que a rua seja asfaltada. Ficou parecendo que a carta estava literalmente marcada porque logo em seguida saiu uma lista que incluia a Belizário entre as ruas “contempladas” pelo asfaltamento.

Um dos motivos para a escolha da Belizário certamente seria o tipo de calçamento da rua que ainda é de paralelepípedo, como mostra a foto. Eu já acho que alguém ficou mapeando ruas de paralelepípedo para engordar a lista e justificar o pacote da prestadora de serviço. E digo isso com base numa observação simples: com exceção dos funcionários da Comcap, que de tempos em tempos aparecem por lá para tirar o mato e pintar o meio-fio, não lembro de equipes da prefeitura na Belizário mexendo no calçamento, nivelando ou recolocando as pedras. Ou seja, nunca houve um interesse em deixar a rua ajeitada, sem pedras soltas ou afundamentos, o que para mim seria mais do que suficiente. IPTU em dia...

Mas se a decisão está tomada, só espero que cuidem da tubulação para que numa chuva mais forte não ocorra o acúmulo de água na rua. E em outubro, COM CERTEZA não será o asfalto que decidirá meu voto, caro vereador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário