O bruxo do futebol catarinense - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

terça-feira, 10 de abril de 2012

O bruxo do futebol catarinense

O jornalista Paulo Brito, um dos fundadores do Curso de Jornalismo da UFSC e eterno comentarista diferente, lança hoje, às 19h, no hall da Assembleia Legislativa, em Florianópolis, Lauro Búrigo - Segredos do bruxo (320 páginas, R$ 30,00, Editora Insular), livro conta a trajetória de Lauro Búrigo, um dos principais e certamente o mais polêmico técnico do futebol de Santa Catarina. Entre tantas polêmicas, lembro de uma, de 1985, quando Lauro Búrigo era técnico do Avaí. Quem conta é o Felipe Matos, do blog Memória Avaiana:
Em 1985, na véspera da grande final do Campeonato Catarinense entre Avaí X Joinville, uma declaração do então técnico avaiano incendiou os jequeanos. Ao lado da Ressacada havia uma patrola ajeitando o barro da estrada. Lauro Búrigo subiu na máquina, ajeitou os controles e declarou para uma equipe de reportagem da TV:

“O Avaí tem que ser igual a esta patrola, azeitada e forte para passar por cima do Joinville”. Desceu da máquina e arrematou com uma última declaração. “Pode sair da frente, porque vai dar Avaí!”.

As declarações chegaram a Joinville com o poder incendiante da pólvora, devidamente aquecida e reaquecida pela imprensa.

Os torcedores do Joinville ainda hoje consideram o título de 1985, sobre o Avaí, como o mais difícil do seu octacampeonato. Já os avaianos relembram aquele time azurra como uma das mais brilhantes equipes a não conquistar um título.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário