“Cair na internet” ajuda fotógrafo a vender foto de PMs fazendo “farra” com estátua da CowParade - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

“Cair na internet” ajuda fotógrafo a vender foto de PMs fazendo “farra” com estátua da CowParade

Eduardo Valente é o autor da foto que mostra um grupo de policiais militares de Santa Catarina fazendo uma “farra” com a estátua de uma vaca da CowParade, no Mercado Público de Florianópolis, e que ganhou centenas de comentários e compartilhamentos no Facebook no final da tarde desta segunda-feira.

Veja a foto na página de Eduardo Valente no Facebook.

Além da “farra”, chama atenção o fato de que não foi o repórter-fotográfico quem colocou a imagem no Facebook. Pelo contrário. Ele até se surpreendeu ao ver a foto no site. E eu fiquei curioso com a história ao ler o comentário do colunista Rafael Martini, do Diário Catarinense, revelando que o jornal havia tentado comprar a foto no ano passado. “O autor não quis vender a foto na época. Só que em tempos de redes sociais...”. Este “em tempos de redes sociais...”, principalmente porque o comentário foi publicado junto com a foto, me levou até o repórter-fotográfico esclarecer alguns pontos.

“A foto foi feita em novembro de 2011 e a RBS queria publicar a foto com exclusividade e de graça, mas enfim decidi não publicar”, contou Valente em conversa pelo Facebook. “Eu coloquei a foto em um portfólio online que estava enviando para algumas agências e alguém deve ter visto o link e publicou a foto no Facebook”.

Valente diz que quando chegou em casa hoje viu que a foto já tinha uns 200 compartilhamentos e e estava aumentando cada vez mais. “Me ligaram de uma agência querendo a foto e eu enviei para que eles comercializassem”, diz. Segundo ele, compraram a foto os veículos Notícias do Dia, Terra, UOL, Diário Catarinense e Zero Hora (este dois últimos da mesma RBS que, de acordo com Valente, queria a foto de graça em novembro).

Para completar, Valente conta que o PM que protagoniza a cena o adicionou como amigo no Facebook. “Ele não deixou nada, eu enviei uma mensagem dando ‛olá‛ e perguntando ‛você me adicionou?’, mas ele não respondeu”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário