Um dia triste - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Um dia triste

A luta pela vida travada pelo jornalista e blogueiro Ney Pacheco há duas semanas e que a mãe dele, Regina Carvalho, relatou em seu blog, terminou hoje, infelizmente. Ney não resistiu a mais um procedimento cirúrgico e morreu por volta das 13h30min desta segunda-feira, dia 5.

Trabalhei com o Ney Pacheco durante alguns anos na assessoria de imprensa da APUFSC (Sindicato dos Professores da UFSC). Já conhecia a figura por causa da mãe dele - a Regina foi professora de redação minha e de muitos colegas do curso de Jornalismo da UFSC. Infelizmente não encontrei na internet textos dos duelos que ele e eu travamos numa seção chamada Clássicos de um site de esportes chamado Mundo Esportivo, muito antes da onda dos blogs chegar por aqui. Ele defendia o Figueira dele (o mais figueirense dos figueirenses) e eu, o Avaí. No fundo era uma tiração de sarro atrás de outra. Os textos traziam análises técnicas dos times, mas sempre sobrava uma inticada pra cá e pra lá. Divertido como tudo tem que ser quando o assunto é futebol.

Fiquei triste demais com a perda. Triste pelo Ney, triste pela Regina. E coube a mim escrever uma nota de pesar no site do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina. Escrevi notas deste tipo outras vezes. Mas de um amigo foi a primeira vez. E não foi nada fácil.

É com pesar que o Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina comunica o falecimento do jornalista Ney Pacheco, ocorrida no início da tarde desta segunda-feira, dia 5.

Profissional com atuação destacada na imprensa sindical em Florianópolis, Ney estava internado no Hospital Celso Ramos há cerca de duas semanas, depois de enfrentar complicações por causa de uma cirurgia de redução do estômago, realizada no último dia 12.

Ney tinha 43 anos, deixa viúva e dois filhos. Seu primeiro neto nasce em janeiro. Além do trabalho como jornalista, com passagens por entidades como a APUFSC (Sindicato dos Professores da UFSC), Ney era também um dos blogueiros mais populares entre os torcedores do Figueirense, seu time do coração. Seu blog no site Meu Figueira sempre foi um dos mais respeitados e acessados entre os blogs esportivos no estado.

O velório será realizado na capela C do cemitério do Itacorubi, a partir das 20h desta segunda-feira. O corpo de Ney será cremado e suas cinzas espalhadas na Cachoeira do Bom Jesus e no gramado do estádio Orlando Scarpelli, do Figueirense.

A luta de Ney pela vida nestas duas últimas semanas foi acompanhada por muitos colegas de profissão no blog da mãe dele, Regina Carvalho, que durante muitos anos foi professora do Curso de Jornalismo da UFSC. O endereço do blog é http://cronicasdaregina2.blogspot.com.

O SJSC presta sua solidariedade à família do colega Ney Pacheco neste momento de dor e tristeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário