Quem liga para datas redondas? - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Quem liga para datas redondas?

Na semana passada, mais precisamente no dia 8, brinquei com colegas que estavam prestando homenagem a John Lennon e Tom Jobim, que morreram há 31 e 17 anos, respectivamente. A brincadeira era com a prática comum no jornalismo de produzir reportagens-homenagens somente em datas redondas ou eventualmente em datas múltiplas de cinco. Ou seja, só vale a efeméride com data redonda como gancho. Escrevi no Twitter:
#OcuppyEfeméride pelo fim da ditadura das datas redondas: 31 anos sem Lennon e 17 anos sem Jobim.
A colega Déborah Almada, que estava homenageando John Lennon publicando alguns clipes do Beatle, respondeu:
Ei, deixa eu me divertir!
Mandei para ela uma resposta:
@deborahalmada A ditadura é do jornalismo que só dá bola pras datas redondas. :)
Hoje, no Facebook, a Déborah me marcou num post:
‎Alexandre Gonçalves, pra nós, que gostamos de datas quebradas, o Frank Sinatra, se vivo fosse, faria hoje 96 anos!
E completou a postagem com um vídeo do Sinatra cantando “My way”.

Seguindo a dica da Déborah, também vou prestar também minha homenagem ao Frank Sinatra pelos 96 anos que ele faria se estivesse vivo, mas do meu jeito, com outra música: “Under my skin” (em dueto com o Bono).



P.S.: Você liga para datas redondas para escrever sobre um fato, uma personalidade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário