O que mais posso dizer? - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O que mais posso dizer?

Este post deveria tratar somente da versão em português que o Ovelha fez para “Hotel Califórnia”, o grande sucesso do Eagles. “Quero morar com você na Califórnia” é de 2008, não emplacou, mas Ovelha insiste, tocando a versão em suas aparições na TV. Foi numa dessas aparições que descobri a pérola que você assiste no clipe abaixo.



Poderia terminar aqui mais este post da tag target="_blank"Versão Brasileira. Mas como o maior sucesso da carreira do Ovelha, “Te amo, o que mais posso dizer” (mais conhecida como “Sem você não viverei”), também é uma versão, fui atrás da gravação original para ilustrar o trabalho versionista do Ovelha.

E para minha surpresa, “More than I can say”, a original do sucesso do Ovelha, é de autoria de Jerry Allison e Sonny Curtis, dois integrantes da formação original dos Crickets, que acompanhavam Buddy Holly. Muito provavelmente Holly teria gravado a música não fosse o acidente aéreo que o vitimou em 3 de fevereiro de 1959. Neste mesmo ano, após a morte do seu band leader, a música foi gravada pelos Crickets remanescentes e posteriormente virou sucesso na voz de Bobby Vee em 1961.

Bobby Vee é um dos muitos cantores cantores que surgiram na primeira década de 50, a primeira década do rock. E ele tem uma ligação curiosa com Buddy Holly. Ele já havia gravado “Peggy Sue” e acabou sendo um dos artistas escalados para dar continuidade à fatídica turnê Winter Dance Party que Buddy Holly estava fazendo com Ritchie Valens e The Big Bopper até o acidente aéreo. E repare na gravação de “More than I can” que Vee dá uma soluçada para marcar uma palavra, característica que virou uma das marcas registradas do estilo de cantar de Buddy Holly.

Ouça Bobby Vee cantando “More than I can say” (“uouo iêiê” não tem tradução...).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário