Um filme que se repete - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Um filme que se repete

Janeiro de 2008. Galeria na versão online do jornal Diário Catarinense reúne fotos tiradas pelo leitor Denis Trentini mostrando uma enorme quantidade de lixo tomando conta da praia de Jurerê Internacional, na manhã seguida à virada de ano.



Janeiro de 2011. Está circulando no Facebook, no Twitter, em blogs e também por e-mail, uma foto mostra a praia de Jurerê Internacional transformada num lixão também na manhã seguinte à virada do ano. Ainda não se sabe o autor da foto. É de um amigo A foto é de Cristiane Martin, que publicou a foto em seu Facebook. No Twitter, publicada por Cynthia Mattos, a foto já contabiliza algo perto de 13 mil visualizações e mais de 70 comentários.



Pela proporção que tomou, pensei na hipótese da foto de 2011 ser de 2008 (não a mesma foto, claro, mas tirada no mesmo dia). Até porque, olhe com atenção, em ambas aparece um carrinho de supermercado. E aí seria mais uma velharia espalhada como novidade pela internet. Mas, ao que parece, o que é repetido mesmo, três anos depois, é a falta de educação e a falta de respeito ao meio ambiente dos “vips” da “ilha” chamada Jurerê Internacional.

Atualizado em 2 de janeiro de 2014:

A de 2011 tirada pela Cristiane, voltou a aparecer no Facebook com a informação - errada - de que foi tirada em janeiro de 2014. Foi postada pelo perfil Paraíso Massagem (?). Cuidado com o que vê compartilha.

3 comentários:

  1. Falta de respeito ao meio ambiente é pouco,os tais "VIP'S" frequentadores de Jurerê deveriam é ter vergonha de uma sujeira dessas.Será que eles gostariam de todo esse lixo na frente de suas casas?
    Parabéns e sucesso sempre Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo3:02 AM

    Passei o ano novo em Jurere Internacional, e achei a praia muito suja todos os dias, mais no dia 1/11, estava um nojo montes de lio na praia e nas ruas de acesso, mau cheiro e papeis espalhados por todo lado, somente por volta das 17:oo apareceram garis para recolher o lio que havia sido amntoado pelos proprios frequentadores da praia. Acho que nada justifica a PMF deveria limpar a praia cedo como se ve nas praias do nordeste. Fiquei muito decpcionada com a eploração e o descaso e imagino o sentimento dos donos de mansões obrigados a conviverem com sujeira e mau cheiro vindo de restos comida estragada dos restaurante.

    ResponderExcluir
  3. Que cena absurda essa! É muito desrespeito com a natureza. Vi essa foto em outros blogs e fiquei perplexa. Isso prova que dinheiro e educação não tem nenhuma relação.
    Abç.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário