Justiça tira site de humor do ar a pedido da “Folha de S.Paulo” - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

sábado, 2 de outubro de 2010

Justiça tira site de humor do ar a pedido da “Folha de S.Paulo”

O site Falha de S.Paulo, que fazia uma sátira da Folha de S.Paulo, criticando a cobertura jornalística do jornal, foi obrigado a suspender suas operações ontem, atendendo decisão liminar por “uso indevido da marca”. Por conta da decisão, quando entra no endereço www.falhadespaulo.com.br, o leitor encontra agora o cabeçalho Censuradora de S.Paulo, uma cópia da liminar e um texto assinado por Lino Ito Bocchini e Mario Ito Bocchini, os criadores do site, detalhando o ocorrido.
Há duas semanas resolvemos fazer um site de humor destinado à crítica da cobertura jornalística, o Falha de S.Paulo (www.falhadespaulo.com.br), uma sátira ao jornal “Folha de S.Paulo”. É um site com críticas? Sim, claro. Tão duras quanto as feitas pelo CQC, Casseta & Planeta ou José Simão, por exemplo. Hoje recebemos uma decisão liminar (antecipação de tutela, concedida pela 29ª Vara Cível de SP) que nos obriga a tirar o site do ar, sob pena de multa diária de R$ 1.000. A desculpa utilizada pelo jornal para mover a ação foi o “uso indevido da marca” (tucanaram a censura).

É chocante a hipocrisia da Folha. Se isso não é censura e um atentado inaceitável à liberdade de expressão, juro que não sabemos o que é. Chega a ser cômico: o mesmo jornal que faz dezenas de editoriais acusando o governo de censura e bradando indignado por “liberdade de expressão” comete esse ato violento de censura. Ato este, aliás, bastante covarde: o maior jornal do país movimentou um enorme escritório de advocacia e o Poder Judiciário contra um pequeno site independente. É muita falta de humor, de esportividade, de respeito à democracia.

Senhores proprietários e advogados da Folha, podem ficar tranquilos. Todos ainda poderão ser satirizados, menos vocês. Todos merecem liberdade de imprensa, menos quem não é da sua turma. E, como ao contrário de vocês, respeitamos as instituições e a democracia, vamos cumprir a ordem judicial.Parabéns, Folha! A censura imposta por vocês será cumprida.

Lino Ito Bocchini e Mario Ito Bocchini
Não localizei nenhuma manifestação da Folha a respeito do assunto (se encontrar, por gentileza, mande para colunaextra@gmail.com ou deixe nos comentários deste post). Será que Suzana Singer, ombudsman do jornal vai tratar do assunto na coluna deste domingo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário