Por onde anda o ET-Aranha? - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

domingo, 25 de abril de 2010

Por onde anda o ET-Aranha?

Numa conversa recente com Diógenes Fischer e Romeu Martins, que, assim como eu, são formados pelo curso de Jornalismo da UFSC, lembramos de uma reportagem clássica publicada no Zero, jornal-laboratório produzido quase que 100% pelos alunos: a história do estudante que havia conseguido uma bolsa de iniciação científica para pesquisar a hipótese, na qual ele acreditava piamente, de que o universo Marvel era obra de alienígenas, começando pelo mestre Stan Lee, criador dos X-Men, Quarteto Fantástico, Homem-Aranha, entre tantos outros. O assunto, claro, foi motivo de piada, mas a edição foi aliviada por motivos alheios à nossa vontade de jovens editores do Zero diante de tamanho absurdo - a concessão de uma bolsa para uma pesquisa desse tipo. O título original que acabou sendo limado era “CNPq paga cerveja de maluco”, mas a ilustração de Michelson Borges para a reportagem resumiu bem o que muitos pensavam sobre o assunto. Valeu mais que uma linha de 30 toques no título com tudo o que a gente queria dizer. A sacada dele foi pegar o ET do filme de Steven Spielberg, vesti-lo com a roupa do Homem-Aranha e colocá-lo em cena pendurado numa teia. Isso foi em 1992 ou 1993. Não lembro o título que acabou ficando na reportagem, mas da ilustração, eu, quem estava no curso naquela época e até quem chegou um ou dois depois, com certeza não esquece.

E o que me surpreendeu foi saber pelo Romeu, na conversa lá do começo do post, que o ET-Aranha usado na reportagem foi parar na internet. Como as edições antigas do Zero ainda não foram digitalizadas, fica o mistério: as aparições do ET-Aranha na internet seriam obra de alienígenas? Bom tema para um projeto de iniciação científica, não? Ou pelo menos para uma busca na internet para encontrar o ET-Aranha.

Siga as atualizações do Coluna Extra pelo Twitter: http://twitter.com/colunaextra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário