40 anos de uma foto imortal dos #beatles - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

sábado, 8 de agosto de 2009

40 anos de uma foto imortal dos #beatles

Há 40 anos, cruzar a faixa deixou de ser apenas uma medida de segurança para se tornar também uma forma de reverência aos Beatles. Foi no dia 8 de agosto de 1969, às 10h35min, que Jonh, Ringo, Paul e George cruzaram a faixa de pedestres em frente aos estúdios Abbey Road para fazer a foto que acabou eternizada na capa do disco Abbey Road, lançado em setembro do mesmo ano. A foto é de autoria de Iain Macmillan e sobre ela foi criada também uma das lendas mais divertidas da história do rock, a de que Paul McCartney havia morrido, sendo substituído por um sósia. As principais pistas para esta tese seriam a placa do Fusca (Beetle) à esquerda (28IF - 28 anos se...estivesse vivo) e as roupas usadas pelos quatro (branco para o sacerdote John, preto para o agente funerário Ringo, pés descalços para o morto Paul - na foto, o sósia - e jeans para o coveiro George).

Teoria à parte, o fato é que muita gente cruzou e está cruzando a faixa de Abbey Road hoje para lembrar os 40 anos da foto. É o que mostra uma reportagem da BBC e também a webcam que fica liga 24h em frente ao estúdio. No Flickr também já foram publicadas centenas fotos da movimentação de hoje em frente ao estúdio.

Aqui no blog, vou reverenciar a foto com dois links e um replay. Os links são para a página do disco Abbey Road na Wikipedia (com mais detalhes sobre a capa e de cada faixa do disco) e no BeatlesTube (onde dá para ouvir todas as faixas em clipes e fotoclipes). E o replay é da animação que brinca com a capa de Abbey Road, publicada em julho num post sobre animações não-oficiais dos Beatles. A criação é do ilustrador espanhol Alvaro Ortega. Assista. E Yoko, não se ofenda.



[Siga as atualizações do Coluna Extra pelo Twitter: http://twitter.com/colunaextra.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário