Tiro certeiro - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Tiro certeiro

Quase 400 pessoas lotaram a Célula, em Florianópolis, no sábado, para a festa de dois anos da coluna Contracapa, publicada no caderno de variedades do Diário Catarinense. E o público que esteve lá pode presenciar um momento histórico: a volta da banda Os Pistoleiros. Na verdade, não foi só histórico. Para quem acompanhou o surgimento da banda, lá no final dos anos 90, foi emocionante. “Só faltou garantir um estoque de lenços de papel, pois muitos choraram, vibraram e louvaram uma das maiores bandas brasileiras e que jamais deveria ter parado”, escreve Marcos Espíndola na Contracapa desta segunda-feira.

Além das músicas do EP lançado em 2000 (ouça em www.myspace.com/ospistoleiros), Diógenes, André, Alex, Xando e Marco Túlio tocaram quatro inéditas (duas instrumentais) e dois covers: o inusitado e surpreendente “The Model”, do Kraftwerk (pais da música eletrônica), e o matador “Rockin in the free world”, de Neil Young. E como o Diógenes havia me dito que seguir com a banda dependeria do resultado do show de sábado, pode cravar: os Pistoleiros na célula não foi um revival, mas sim um acerto de contas do tipo a banda certa no cenário certo. Ou seja, os Pistoleiros voltaram para ficar.

E para que não reste dúvida a respeito disso, assita ao vídeo feito por Daniela Bianchini que mostra como o show dos Pistoleiros começou: com a instrumental “Buffalo” para “domar” o nervosismo e a inédita “Pouco coisa” (ouça e tente resistir ao refrão...).



Sobre os Pistoleiros e a festa da Contracapa, leia também:

Uma noite inesquecível (Orelhada)
2 anos de Contracapa na Célula (Tô Puto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário