Coelho digital - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

segunda-feira, 17 de março de 2008

Coelho digital

Lembrei dos Tamagotchi quando li o release sobre o lançamento do Nabaztag, o coelho digital da Tectoy, auto-intitulado “mascote dos conectados”. A lembrança não é por acaso. Diz o release:
Nabaztag, o coelho inteligente que já foi adotado por milhares de donos em todo o mundo, agora quer ser o pet digital também dos brasileiros. Primeiro produto da linha de negócios Cool Toys, da Tectoy, Nabaztag aprendeu português e chega às lojas brasileiras a tempo de passar a Páscoa na toca de um novo amigo hi-tech.
O pet digital (pet digital?), criação do francês Olivier Mével e do armênio naturalizado francês Rafi Haladjian, é um “objeto inteligente que ajuda seu dono a se manter conectado o tempo todo”. O Nabaztag (coelho em armênio) precisa apenas de energia elétrica, um computador (PC ou Mac) com placa de rede sem fio, internet banda larga e um roteador ou ponto de acesso Wi-Fi. Depois, é só programá-lo para ler notícias, avisar a chegada de novos e-mails, cantar músicas em MP3, entre outras funções.

A Tec Toy criou o hotsite www.adoteumcoelho.com.br com as informações do Nabaztag (que deve ser um primo “franco-armênio” do Pikachu) O brinquedinho custa caro: R$ 899,00. E no embalo da Páscoa, o Nabaztag já está à venda nos principais sites de comércio eletrônico.

Tags:

Um comentário:

Deixe seu comentário