Pede pra não sair... - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Pede pra não sair...

O mercado de livros no segmento de economia e negócios cresceu nos últimos anos. Uma busca em livrarias virtuais dá uma idéia da quantidade de títulos disponíveis. Quando era editor na Empreendedor, recebia semanalmente pencas de novos lançamentos de autores estrangeiros e brasileiros. Alguns livros na área são interessantes e revelam boas fontes para futuras entrevistas. No entanto, esse crescimento sofre com uma tendência dos autores (a maioria palestrantes) buscarem um foco diferenciado ou uma abordagem inovadora, mas que de tão forçada acaba caindo no ridículo. Exemplo disso é um livro que recebemos na Empreendedor que usava o vôlei para ensinar uma loja a vender mais (meus amigos da Empreendedor, qual era mesmo o nome do livro?).

Lembrei disso ao receber o release sobre um novo lançamento:
Quando assistiu ao filme Tropa de Elite, de José Padilha, o especialista em vendas Luis Paulo Luppa fez logo uma analogia com o mundo corporativo. “Percebi que na Polícia Militar há pessoas que são policiais e outras que estão policiais por falta de opção. E o mesmo acontece com alguns vendedores, que, não dando certo na profissão que sonharam, ingressam no mundo das vendas”. A partir dessa constatação, Luppa, autor do best seller O vendedor pit-bull, teve a idéia para mais um livro: Tropa de Elite de Vendas, um lançamento do selo Resultado, da Thomas Nelson Brasil.
E o release segue dizendo que o livro é narrado em primeira pessoa pelo personagem Nascimento, “o vendedor de sucesso que se desenvolveu graças ao mix de habilidades, competências e talento, especializando-se na construção de equipes de sucesso”. E que o autor propõe um programa de treinamento ostensivo de vendas batizado de B.O.P.E.:
Blindagem – diz respeito às questões comportamentais;
Operações – relacionado ao dia-a-dia do vendedor;
Poder – sobre as questões de conhecimento; e
Estratégias - acerca do posicionamento da empresa no mercado.
O que o Capitão Nascimento diria a respeito desse livro?

Tags:

2 comentários:

  1. Que o autor é um fanfarrão, é claro!

    ResponderExcluir
  2. 99% dos livros "de negócios" são picaretagem pura. Airport literature! É o campo mais propício para a difusão do embuste, da picaretagem deslavada.
    Bando de oportunistas que escreve o óbvio uluante. E tem gente que paga por isso!! É difícil encontrar livros de administração sérios. Outro dia estava espiando a estante na redação de uma revista. Devia ter uns 200 títulos. Não mais de dez tinham alguma coisa interessante a dizer - na minha opinião. E o pior é que sempre misturam "economia e negócios". Economia é bem outra coisa.
    Aproveito, Alexandre, pra te desejar um Feliz Natal e um ótimo 2008 - pra você e pra sua família.
    abraço
    ph

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário