“Aventura Arqueológica” como sugestão de leitura - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

domingo, 18 de novembro de 2007

“Aventura Arqueológica” como sugestão de leitura

Meu compadre Victor Carlson já havia feito o registro e eu conferi hoje na revista Ler & Cia, que tem tiragem de 80 mil exemplares e é distribuída pelas livrarias Curitiba, Catarinense e Porto, a indicação do livro “Aventura Arqueológica na Ilha de Santa Catarina”, escrito por mim e com fotos dele, como sugestão de leitura e compra. Diz a revista:

“Este belo livro ilustrado versa sobre sambaquis, inscrições ruprestes e oficinas líticas na Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, região que conta com uma das maiores concentrações de sítios aqueológicos do nosso país.”

O destaque é motivo de satisfação, claro, especialmente porque o livro é fruto do esforço pessoal do Victor à frente da Lagoa Editora e do esforço da equipe (além de mim e do Victor, Annye Tessaro, produtora gráfica, e José Renato de Faria, revisor) que finalizou a edição no final de outubro de 2003, naquela mesma semana do famoso apagão que deixou a Ilha de Santa Catarina sem energia elétrica por quase 60 horas. Lembro que o José Renato revisou as últimas páginas à luz de velas para garantir os prazos na gráfica e o lançamento em dezembro daquele ano.
Sobre o livro
Sexto livro da Coleção Rosa-dos-Ventos, “Aventura Arqueológica na Ilha de Santa Catarina” traz fotos e informações sobre sambaquis, inscrições rupestres (que muitos chamam de arte rupestre) e oficinas líticas da região que possui uma das maiores concentrações de sítios arqueológicos de todo o Brasil, a Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis. A maioria dos sítios mostrados no livro – especialmente no que se refere à inscrição rupestre e oficina lítica – ainda hoje pode ser visitada por turistas e todos os interessados em conhecer de perto esse importante patrimônio de Santa Catarina. Tanto as inscrições rupestres quanto as oficinas líticas são encontradas em pedras de diabásio. Como um atrativo a mais, esses sítios localizam-se em praias de Florianópolis como Santinho, Ingleses, Pântano do Sul, Joaquina, Armação, Galheta, Barra da Lagoa, entre outras. O livro também destaca as inscrições rupestres encontradas nas ilhas próximas à Ilha de Santa Catarina, como a Ilha do Campeche. Além disso, “Aventura Arqueológica” mostra ainda o trabalho de arqueólogos que desde o final da década de 50 estudam e pesquisam o patrimônio arqueólogico catarinense. O livro ressalta ainda os acervos do Museu Universitário, na Universidade Federal de Santa Catarina, e do Museu do Homem do Sambaqui, no Colégio Catarinense, que guardam diversos artefatos (como zoólitos, ossadas e sepulturas) encontrados em escavações realizadas em sambaquis construídos pelos primeiros habitantes da Ilha – que também aparecem em destaque no livro.
Tags:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário