“O blog servirá como nossa memória diária” - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

“O blog servirá como nossa memória diária”

As estudantes da última fase do Curso de Jornalismo da UFSC, Ticiani Aguiar Almeida e Caroline Mazzonetto retornaram no último dia 5 da viagem de carro de um mês pelas margens pernambucanas do rio São Francisco. Tema do Trabalho de Conclusão de Curso, a viagem foi registrada no blog www.novochico.wordpress.com, que nasceu como forma de atrair patrocinadores, mas que acabou ajudando a dupla de outra forma. “Registramos e organizamos nossas entrevistas, informamos nossos amigos, familiares e curiosos sobre o andamento da nossa viagem e ganhamos ritmo de produção de matérias”, conta Ticiani.

Em Florianópolis, elas encerraram a atualização do blog e agora estão focadas em finalizar o trabalho de conclusão. E se pensam em fazer outra viagem deste tipo? Elas dizem que sim, mas com uma substancial diferença: bancada por patrocínios. “Rotas já temos várias, nada muito certo nem planejado e, com certeza, se pudéssemos escolher faríamos viagens como essa para o resto de nossas vidas”, dizem.

A seguir, em entrevista ao Coluna Extra, Ticiani e Caroline contam um pouco sobre a viagem, o contato com os moradores da região e a experiência de registrar tudo em um blog.

Coluna Extra - Como ocorreu a preparação para a atualização do blog? Vocês já saíram de Florianópolis com um roteiro de pautas, entrevistas agendadas ou a produção ocorreu no momento em que vocês chegavam à cidade?

Caroline Mazzonetto - Saímos de Florianópolis com a idéia de atualizar todos os dias, com textos, fotos e vídeos. A princípio, queríamos patrocínio para a viagem e a maneira que achamos foi oferecer cotas no blog. Não conseguimos nada, mas mantivemos a idéia até porque também queríamos atualizar o site para depois ficar mais fácil fazer os dois trabalhos, o cross-mídia e a grande reportagem, com as informações organizadinhas em matérias já e tal. Saímos daqui já com algumas pautas das quais não podíamos fugir como irrigação, pesca, obras da transposição, mas a produção acontecia de verdade quando chegávamos à cidade, sentíamos o clima e conversávamos com os moradores. Nossas únicas atividades agendadas eram os dias de visita ao Exército.

Coluna Extra - Que avaliação vocês fazem da experiência de registrar a viagem em um blog? Tecnicamente foi tranqüilo? Qual o equipamento utilizado por vocês?

Ticiani Aguiar Almeida - Manter o blog foi uma idéia muito boa e prática. Registramos e organizamos nossas entrevistas, informamos nossos amigos, familiares e curiosos sobre o andamento da nossa viagem e ganhamos ritmo de produção de matérias. Quando saímos de Florianópolis, pensávamos em atualizar o blog umas três vezes por dia. Inclusive levamos dois notebooks e uma placa de internet, daquelas redes wireless via sinal de celular. Mas à medida que nosso dia-a-dia ficou corrido, passamos a atualizar somente à noite. Além dos computadores, levamos duas câmeras fotográficas, com as quais fazíamos fotos e vídeos, e um gravador de áudio digital. Compramos um celular com chip local para diminuir gastos e facilitar o contato com as pessoas de lá.

Coluna Extra - O que mais impressionou vocês no contato com os moradores da região, especialmente na relação deles com o São Francisco? Até que ponto esse contato próximo influenciou na redação de um texto informativo com um tom um pouco mais pessoal (que os blogs costumam ter)?

Caroline - Separamos muito bem os textos informativos dos pessoais, o que nos ajudou bastante na hora de escrever. Nos posts pessoais pudemos “viajar” à vontade, contar detalhes engraçadinhos dos nossos dias, mostrar o que estávamos vivendo do ponto de vista da nossa inexperiência. Geralmente esses posts falavam da nossa interação com os pernambucanos. As pessoas são muito simples, queridas, dispostas a abrir suas vidas depois de qualquer conversinha. É muito diferente do Sul, onde as pessoas são bem menos acessíveis. Não sei se é o contato com o rio ou o quê. Na real, muitas vezes sentíamos que o rio estava lá só pra bonito, que as pessoas não davam grande importância para ele. Isso acontecia principalmente nas cidades atingidas pelo lago de Itaparica.

Coluna Extra - Encerrada a viagem, qual será o futuro do blog? Vai servir de base para o trabalho de conclusão de curso de vocês?

Ticiani - Agora que estamos de volta vamos encerrar o blog. Ele foi criado apenas para conseguirmos patrocínios, o que não foi possível. Mesmo assim resolvemos mantê-lo e adoramos a idéia. Mas agora deu. Com os dois produtos jornalísticos para fazer, não teremos tempo para continuar escrevendo e contando nossas aventuras com os pernambucanos e o TCC. O blog servirá como nossa memória diária, para não esquecermos dos detalhes do dia-a-dia, dos gestos e reações das pessoas, das informações conquistadas de última hora e que não estão nos bloquinhos. De hoje (10 de outubro) até dia 21 de novembro estaremos com nossas forças concentradas no TCC.

Tags: ,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário