Capa popular - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

terça-feira, 27 de março de 2007

Capa popular

Não lembro de ter visto nos jornais “populares” que circulam em Florianópolis desde o ano passado (Notícias do Dia e Hora de Santa Catarina) uma capa igual a essa aí ao lado, com uma foto tão “à vontade” (e com tamanho destaque). E o surpreendente é que a capa é de uma edição do Diário Catarinense de janeiro de 1988!!! Tínhamos um “jornal popular” e não sabíamos? :))) A foto ilustra uma reportagem sobre topless e a legenda diz: “Mulheres apresentam o fio dental e aderam ao sunquini. Mas o topless, na praia Mole, não sai de moda”.

(Encontrei essa capa hoje, durante uma pesquisa que comecei a fazer no setor Santa Catarina da Biblioteca Pública. E além das informações relacionadas diretamente à pesquisa, acho que nesse mergulho nas edições antigas do jornais de Florianópolis vou encontrar alguns temas interessantes para tratar aqui no blog.)

Tags:

3 comentários:

  1. Naquela época (no século passado), o politicamente correto não mandava nas redações. Hoje, se você escrever um "ai" fora dos padrões PC, corre o risco de perder o emprego. A maior prova do processo de estupidificação das pessoas atualmente foi o que disse a Exma. Ministra da Disseminação do Racismo no Brasil!
    Quanto aos jornais populares na capital: há?
    abraço

    ResponderExcluir
  2. Faça como eu: use o “populares” assim, entre aspas. :)))))

    ResponderExcluir
  3. Que saudade do bom e velho NP, não?! Eles exageravam de leve, mas aquilo sim era um jornal popular!
    Pode parecer um preconceito meu, né, já que "popular" não tem que significar "ruim" - pelo contrário. Mas é que não considero esse tipo de jornalismo ruim, nem "sensacionalista", como gostam os PC. Afinal, o NP serviu de base para a pesquisa que o Caco Barcellos fez para escrever Rota 66. O repórter - e sua obra - são reverenciados pelos PC. Para mostrar que não sou tão ranzinza assim, também gosto do trabalho dele.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário