E segue o “baile” - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

domingo, 18 de junho de 2006

E segue o “baile”

Vitória, classificação, mas o que é preciso para Parreira enxergar o óbvio? Nem Ronaldo nem Adriano se encontraram em campo. Na única vez que se posicionaram corretamente, passe de Ronaldo para o gol de Adriano, o primeiro na vitória de 2 a 0 contra a Austrália. A entrada de Robinho (e de Fred, atacante de maior movimentação que Ronaldo e Adriano) também mostrou mais uma vez que Ronaldinho Gaúcho e Kaká precisam de um ataque mais ágil para desempenharem seus papéis na armação das jogadas.

E o Ronaldo?
Ainda que Galvão Bueno tenha insistido na idéia de que era outro Ronaldo em campo - sinal de uma evolução do atacante -, fico com a observação do comentarista Alex Escobar, do Sportv: o futebol que Ronaldo apresentou contra a Austrália é o mesmo que ele vem apresentando no Real Madrid há muito tempo. Ou seja, não tem mais o que melhorar, ele fez o que é capaz de fazer no atual momento de sua carreira. Aliás, outra informação curiosa sobre Ronaldo: segundo comentarista Paulo Cesar Vasconcellos, também do Sportv, ontem, depois do treino de reconhecimento do gramado, 22 jogadores da Seleção Brasileira, permanceram no vestiário assistindo ao jogo República Tcheca e Gana. Apenas um jogador foi direto para o ônibus. Sim, esse mesmo que você está pensando, Ronaldo, que estranhamente, segundo o comentarista, parece optar pelo isolamento nesse momento tão conturbado.
Do blog do Juca Kfouri:
Saudação indiscreta
Bem acima da posição em que estou, uma faixa verde e amarela, com inscrição em azul, bem caprichada, coisa de profissional: “Cala a boca, Galvão.”
O figura da Copa
Dona Miguelina, mãe do Ronaldinho Gaúcho, aparece bem na fita. Mas é seu Juarez, pai de Fred, o mais cotado para o troféu Parente Mais Figura da Copa. Acompanhando o filho desde os treinamentos na Suiça, seu Juarez, além de conceder entrevistas com freqüência, também ataca de blogueiro. E no blog Juá Boleirão na Copa ele conta “aventuras” do tipo: “Tudo na Europa é muito lindo! Castelos medievais, milhares de igrejas de séculos passados, museus encantadores, monumentos famosos... Porém, quando o assunto é a “bóia”... Ah, malandro! A vontade é de voltar nem que seja remando por esse Atlântico só pra comer um arrozinho com feijão, farinha e, é claro, a famosa carne-de-sol da minha querida Tiotió – Teófilo Otoni, para os leigos.” Até às 23h40min, seu Juarez ainda não havia postado nada a respeito do gol marcado pelo filho.

Um comentário:

  1. Fora Ronaldo. Fora Adriano. Fora Parreira. Fora Zagalo. E seremos campeõõõõõõeeeessss.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário