“A onda está apenas no começo” - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

quinta-feira, 25 de maio de 2006

“A onda está apenas no começo”

0Chega as livrarias no próximo dia 29, o livro Blog Corporativo - Aprenda como melhorar o relacionamento com seus clientes e fortalecer a imagem de sua empresa (Novatec Editora), de Fábio Cipriani, consultor e autor do blog Serendipidade. Primeiro livro brasileiro sobre o assunto, Blog Corporativo é um guia prático para orientar empresários e gestores de pequenas, médias ou grandes empresas na maneira de planejar e introduzir o uso de blogs na companhia, ativa ou passivamente, com o intuito de aumentar e fortalecer o relacionamento com seus clientes.

Em entrevista exclusiva para o Coluna Extra (por email), Cipriani avalia a relação que as empresas têm com os blogs e aponta que ainda existem barreiras a serem derrubadas. “O que vemos são casos isolados e pioneiros nesse assunto, e podemos concluir facilmente que a onda está apenas no começo, podemos ter novos milionários, podemos contar com oportunidades de negócios por meio de consultorias de implantação de blogs”, diz. Além disso, o autor de Blog Corporativo também destaca o papel dos blogs em campanhas publicitárias e o perfil do profissional responsável por manter o blog de uma empresa.

Coluna Extra - De que forma um blog pode alavancar os negócios e fortalecer a imagem de uma empresa?

Fábio Cipriani - O primeiro ponto forte do blog é o posicionamento nas páginas de busca como o Google. Por ser uma página atualizada freqüentemente e de navegação amigável, o blog sobe nos rankings de classificação muito facilmente. Além disso, existe o atributo de comunidade criado pela forte propriedade inter-relacional obtida pela representação pessoa-pessoa, e não pessoa-empresa. Isso ajuda a humanizar e, conseqüentemente, fortalecer a imagem da empresa.

Coluna Extra - Qual é a visão que as empresas costumam ter dos blogs? Está se criando uma “cultura” de aceitação e uso do blog como uma ferramenta / formato de relacionamento?

Cipriani - As empresas (ainda) não acreditam em blogs. Recementente escrevi em meu blog sobre o resultado de uma pesquisa americana que diz que apenas 5% dos executivos das maiores empresas estão totalmente convencidos que o blog consegue trazer retornos reais, mas somente 30% deles conheciam o blog e seus benefícios. O que vemos são casos isolados e pioneiros nesse assunto, e podemos concluir facilmente que a onda está apenas no começo, podemos ter novos milionários e podemos contar com oportunidades de negócios por meio de consultorias de implantação de blogs. Dentre as empresas que já usam blogs, exceto algumas poucas, a grande maioria está experimentando melhoras sensíveis na venda e satisfação dos clientes.

Coluna Extra - Partindo da idéia de que é uma ação de relacionamento, como o blog se encaixa dentro da rotina e da hierarquia de uma empresa? A qual setor deve estar vinculado? Que avaliação você faz dos blogs produzidos como parte de campanhas publicitárias?

Cipriani - Um ponto importante dessa transição: o tempo dedicado a esta nova ferramenta. Se os funcionários possuem blogs, a empresa deve estabalecer regras de uso para evitar abusos. Se o blog está vinculado a um departamento (mas sempre havendo a figura de uma pessoa responsável pelos posts), o controle começa ficar mais fácil. Como temos diferentes usos do blog corporativo, o setor responsável pode variar, mas sempre teremos a presença de uma política dedicada ao blog que deverá ser monitorada pela equipe responsável pela comunicação interna ou externa da companhia. Não é o caso de olhar post a post, porque ninguém monitora emails dessa maneira, mas em linhas gerais, a política deve ser respeitada.

O blog como campanha de marketing é interessante, mas vejo mais potencial para campanhas que usam blogs de pessoas da blogsfera para espalhar a marca, e não nas que criam blogs temáticos. Por exemplo, criar um blog de personagem fictício está caindo em desuso porque os benefícios não estão aparecendo (é um assunto polêmico entre os profissionais de relações públicas). Isso se dá porque o blog deve ser escrito por uma pessoa de verdade e deve ser honesto e transparente, é com isso que os seus clientes se identificam.

Coluna Extra - Na sua avaliação, a partir de que momento os blogs se tornaram uma ferramenta / formato mais “respeitável” e não mais apenas um passatempo de adolescentes? Qual é o estágio dos blogs na atualidade?

Cipriani - Na verdade o blog já é uma ferramenta séria. O problema é que essa fama ainda não chegou completamente no Brasil. Na Europa e nos Estados Unidos, milhares de pessoas estão blogando profissionalmente e obtendo ótimos resultados seja para a empresa que representam, seja para os objetivos pessoais que buscam. O meu livro explora esses ganhos e também demonstra as armadilhas do mau uso dos blogs. O blog passou por um período de “namoro” com a mídia brasileira, e agora começamos a ver os primeiros grandes exemplos de blogs em empresas. Na imprensa, a idéia já está mais consolidada.

Coluna Extra - Em linhas gerais, que barreiras precisam ser vencidas para que uma empresa invista na criação de um blog corporativo?

Cipriani - Eu vejo uma única barreira: a cultural. As empresas brasileiras muito freqüentemente não são focadas no cliente, mas sim em produto ou operações. O foco no cliente é um modelo fortemente adotado por grandes empresas e deve ser seguido por empresas pequenas e médias. Os clientes estão mais exigentes principalmente porque a internet dá o poder de realizar pesquisas de preço mais facilmente, interagir e trocar dicas de produtos em comunidade e espalhar facilmente uma insatisfação ou reclamação.

Coluna Extra - Entre todas as vantagens proporcionadas pelo formato, qual é a mais importante para um blog corporativo e que teria um peso maior como argumento para justificar o investimento por parte da empresa?

Cipriani - Executivos e empresários gostam de resultados. A melhor maneira para convencer uma empresa a investir em um blog é demonstrando estudos de caso bem sucedidos de blogs corporativos, preferencialmente com métricas estruturadas que demonstrem resultados interessantes. O problema é que temos poucos casos brasileiros ainda.

A maior vantagem do blog é o poder de mudar a visão do cliente, a empresa se torna transparente e demonstra abertura para o diálogo aberto. Os clientes atuais querem participar dos processos de criação de produtos e serviços, querem participar das campanhas e interagir com a empresa. O blog é o canal para que isso tudo aconteça e proporciona o envolvimento que seus clientes merecem.

Coluna Extra - Qual a melhor opção para a empresa: contratar um blogueiro que conheça o formato ou apostar em alguém dentro da própria empresa que queira se tornar responsável pelo blog? Neste contexto, que perfil deve ter um “blogueiro corporativo”?

Cipriani - Não importa quem irá blogar, o blogueiro deve sempre se ambientar e conhecer a blogsfera antes de começar a atuar. Deve saber e acompanhar o que é dito nos blogs pertencentes à mesma empresa ou tipo de serviço prestado, acompanhar blogs que complementam as necessidades de gestão, ser um leitor assíduo de blogs e notícias relacionadas. Fora isso, o blog é uma ferramenta que exige pouco conhecimento técnico de programação Web. Portanto, qualquer pessoa pode ser um blogueiro. Outro ponto importante é se manter fiel as políticas e normas da empresa, cumprindo o que pode ou não ser dito em um blog.
Saiba mais sobre o livro Blog Corporativo - Aprenda como melhorar o relacionamento com seus clientes e fortalecer a imagem de sua empresa
O livro está em pré-venda nos sites Submarino e Livraria Cultura.

4 comentários:

  1. Por ora, gostaria de dizer: ótima entrevista, Alex! Comemorando os dois anos em grande estilo, hein!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo6:42 PM

    Really amazing! Useful information. All the best.
    »

    ResponderExcluir
  3. Anônimo9:17 PM

    Super color scheme, I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
    »

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário