A agressão ao professor Nilson Lage - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2006

A agressão ao professor Nilson Lage

Trecho de reportagem publicada no site Comunique-se (os negritos são meus):

Procurada pelo Comunique-se, a assessoria da Secretaria Estadual de Segurança Pública informou que, segundo o relato da PM, a polícia foi avisada que um carro estava parado no acostamento da Avenida Pequeno Príncipe, na Praia do Campestre, e que a vizinhança achou estranho o fato de ver uma pessoa dormindo num veículo. Os policiais teriam constatado que Lage estava embriagado e dito a ele que não poderia mais dirigir. “Não há relatos de violência, segundo o comandante do Policiamento Metropolitano, Mário César Simas”, disse a assessoria. O secretário de Segurança Pública, Ronaldo Benedet, pediu abertura de sindicância no âmbito da PM para apurar as denúncias de agressão contra o professor.

Leia a reportagem completa (exclusiva para cadastrados)
Leia também:
“A inexplicável e bárbara violência” (De olho na capital)

Reitoria pede apuração rigorosa das agressões a Nilson Lage (Unaberta)

Violência gratuita (Coluna Extra)

2 comentários:

  1. Repercussão do caso chega também aos portais jurídicos. Deu no Consultor Jurídico:

    Batida policial
    Entidades denunciam policia de SC de agredir jornalista
    O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina e outras entidades da classe acusam a polícia do estado de agredir, sem nenhuma justificativa, o professor universitário, jornalista e escritor Nilson Lage, de 70 anos. Segundo informa o site Comunique-se, o jornalista foi preso e espancado por policiais militares no sábado (18/2), em Florianópolis, quando dormia em seu carro, parado numa rua. (www.consultorjuridico.com.br)

    ResponderExcluir
  2. Nossa, é até difícil de acreditar numa barbaridade dessas!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário