Marketing burro - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

segunda-feira, 26 de dezembro de 2005

Marketing burro

Quem ganha dinheiro com o turismo em Florianópolis costuma repetir o discurso de que é importante que se crie produtos “extra-praia” para atrair mais visitantes. Os órgãos públicos pensam da mesma maneira. Pensam mesmo? Se a idéia de criar um produto turístico estiver relacioada à criação de um evento tradicional, a resposta é não, não pensam. Exemplo disso está na mudança no nome da festa promovida pela Prefeitura Municipal no trapiche da Beira-Mar Norte na virada de ano. Era Reveillon da Gente, agora é Reveillon Mágico. A medida é claramente política, uma tentativa de desvincular a festa desse ano à gestão passada. Atitudes desse tipo não são privilégio da atual gestão municipal; é um mal que afeta a classe política como um todo, mais preocupada com suas siglas do que com qualquer outra coisa. Perde a cidade que deixa de investir no fortalecimento de uma marca que vinha ganhando projeção nos últimos anos.

Um comentário:

  1. E para que colocar nome numa festa que já tem? Réveillon e pronto.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário