Direto do rascunho - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

quinta-feira, 11 de agosto de 2005

Direto do rascunho

Se o chão abriu sob os seus pés
E a segurança sumiu da faixa
Se as peças estão todas soltas
E nada mais encaixa

(“Só o fim”, Camisa de Vênus)


As “revelações”, os depoimentos, os vilões que querem ser heróis, as desculpas esfarrapadas, as declarações oportunistas da oposição, as capas (panfletos) de revistas...Tudo o que envolve a crise política é triste, lamentável e desolador, sobretudo por mexer, sacudir e estraçalhar as crenças e esperanças de militantes e eleitores do PT. O que mais me incomoda no momento é ver que, ao que tudo indica, aquele partido que se dizia (e parecia) diferente tenha optado por agir da mesma forma (tão criticada pelo próprio PT) que seus adversários para atingir seu objetivo. Por isso, estou muito propenso a colar um novo adesivo no carro, no mesmo lugar onde colei “Agora é Lula”: “Depois do Lula, anula”.

(Como dá para perceber, escrevi isso na quinta-feira, mas deixei arquivado no “rascunho” da minha conta do Blogspot. Tinha comentado sobre a música do Camisa de Vênus com a Fernanda, à tarde, durante o depoimento do Duda Mendonça. Fiquei com a música na cabeça e depois, diante de toda indignação, achei mais saudável pegar um pouco mais pesado, publicando a música do Ultraje a Rigor. Agora, ainda que tenha assistido um discurso de presidente e não de candidato, resolvi resgatar o texto do rascunho porque é isso mesmo o que penso e o que sinto. E não importa quantos discursos nem quantos pedidos de desculpas ainda vá ouvir: esse rascunho veio para ficar!)

Um comentário:

  1. Alê, mas depois do fim tem que começar de novo, né? Ou é mesmo só o fim?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário