7 notas # 03 - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

quarta-feira, 13 de julho de 2005

7 notas # 03

Afinado com o Dia Mundial do Rock!

Hoje é dia de rock
O rock nasceu em meados da década de 50, mas só ganhou seu dia em 1985, exatamente no dia 13 de julho daquele ano, quando aconteceu a primeira edição do Live Aid. A data nunca teve apelo comercial como outras datas comemorativas. Tem mais o caráter celebrativo. Ou seja, hoje, mais do que outro dia do ano, é dia de rock! (Ouça no volume máximo!!!)

O rótulo
Coube ao radialista Allan Freed a “sacada genial” de batizar de “rock and roll” a música de Chuck Berry, Little Richard, Elvis Presley, Carl Perkis, Bill Halley, Jerry Lee Lewis e tantos outros pioneiros da década de 50. Originalmente, a expressão, retirada de um blues, teria uma conotação sexual (algo do tipo “deitar e rolar”). Depois, na década de 60, talvez numa prova de intimidade com a juventude da época, a formalidade ficou de lado e o “rock and roll” passou a ser apenas “rock”. E de lá para cá, “rock” virou uma espécie de “marca guarda-chuva”, que engloba rockabilly, hard-rock, heavy metal, punk, pop-rock, new wave, reggae, progressivo, folk-rock, surf music, grunge, brit-pop e tantos outros estilos.

Leitura recomendada
“Por Dentro do Rock” é um livro mais do que recomendado para quem gosta de saber mais sobre rock. O livro reúne uma série de entrevistas do jornalista americano Bill Flanagan com os maiores compositores da história (na edição brasileira só faltou a entrevista com Paul McCartney - só :)). Bob Dylan, Bono Vox, Chuck Berry, Mick Jagger, Keith Richards, Sting, James Taylor, Elvis Costello, entre outros, contam em detalhes como é processo de composição utilizado por eles.

Histórias curiosas
“Por Dentro do Rock” foi lançado no Brasil em 1986 e não deve ser muito fácil de encontrar nas livrarias e sebos. Mas vale o esforço para conhecer histórias curiosas como a de Neil Young que conta que gosta de compor enquanto dirige ou Keith Richards que acredita que “arte” seja apenas as iniciais de “Arthur”, enquanto Tom Waits se imagina dentro de um aquário enquanto compõe. Sting, por sua vez, revela que escreveu “Every breath you take” ligeiramente inspirado em “Stand by me” e “Do-do-do Da-da-da” com a intenção de fazer uma canção ao estilo de “Twist and Shout”, que não diz absolutamente nada. Um livro remendado também para compositores.

Dual disc
Aos poucos o “dual disc” (de um lado CD, do outro lado DVD) começa a aparecer no mercado brasileiro. Depois da banda Matanza, do Rio de Janeiro, é a vez dos capixabas da Dead Fish lançarem, também pela Deckdisc, o seu “dual disc”, que traz o álbum Zero a Um no lado CD e clipes e documentários no lado DVD. O formato é compatível com CD-players e aparelhos de DVD convencionais.

Pelas bandas de cá
Formada em 2001, a Natureza Humana é mais uma banda de Florianópolis que acaba de lançar seu disco de forma independente. Com a Cara e a Coragem traz canções que seguem o estilo rock-pop e que, segundo o guitarrista da banda, Leandro Bolsoni, abordam os mais diversos temas, sempre passando mensagens positivas, de caráter social e de preservação ambiental.

Cidadão Quem
A banda gaúcha apresenta o show Acústico no dia 24, um domingo, no Teatro do CIC, a partir das 20h. Para quem ainda não conhece o trabalho da Cidadão Quem, o CD gravado no Teatro São Pedro, em Porto Alegre, é um ótimo cartão de visitas com músicas e letras inspiradas.

Para envio de sugestões (discos, shows, etc), escreva para agenteinforma@ig.com.br, colocando “7 notas” no campo “Assunto”.

Redação e edição: Alexandre Gonçalves

Reprodução permitida, desde que solicitada por email ou nos comentários.

Edição anterior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário