Q.I. em alta - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

segunda-feira, 13 de junho de 2005

Q.I. em alta

Pesquisa do Grupo Catho, realizada em maio deste ano, mostra que de um total de 17.801 profissionais entrevistados, 48% conseguiram seu último emprego (2004/2005) por meio de indicação, o famoso Q.I. (Quem Indica). Na pesquisa realizada em 2002 o percentual era de 38.3%.
A prática do Q.I. é maior nos cargos operacionais (salários abaixo de R$ 2.000,00/mês), onde 55,88% das posições deste nível foram preenchidas por indicação. Para os níveis gerenciais, a indicação atinge um percentual de 43% das contratações.
Depois do Q.I., a internet aparece na pesquisa como a segunda fonte de recrutamento de profissionais, contabilizando 11,57% das contratações em 2004/2005.
A pesquisa também mostra os percentuais de contratação através de agências de emprego (8,9%), headhunters (7,18%) e anúncio em jornal (7,17%).

Sobre Q.I.: Agenda vitae

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário