O fácil é difícil - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

sábado, 11 de dezembro de 2004

O fácil é difícil

Não deu. O Avaí deixou escapar a chance de subir para a série A perdendo por 2 a 0 para o Fortaleza, que acabou ficando com uma das vagas (a outra ficou com o Brasiliense).
Parecia fácil para o Avaí. Um empate seria suficiente e até uma derrota por 1 gol de diferença para o Avaí subir. O sonho tomou proporções de superprodução depois da convincente vitória contra o Bahia, no sábado passado. Por isso mesmo, a semana foi movida pela ilusão, como gosta de teorizar o comentarista Paulo Brito, de ver o time da Ressacada na primeira divisão no ano que vem.
Mas a superação, palavra-chave na campanha surpreendente do Avaí na competição deste ano, hoje não entrou em campo. O time jogou mal. Sem força, sem vontade, sem garra. O time ficou enterrado na defesa, sem criar situações para explorar contra-ataques. Essa postura facilitou muito o trabalho do Fortaleza que precisava justamente de 2 gols de diferença para se classificar.
Obviamente, resta aos torcedores do Avaí, além de lamentar a não-classificação, ter uma boa dose de paciência e espírito esportivo para enfrentar o “humor alvi-negro” dos torcedores do Figueirense (uma mensagem com aquela velha piadinha “nadou, nadou e morreu na praia” chegou no meu celular minutos após o final do jogo...). Ano que vem tem mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário