Lá no mar - Coluna Extra

Primeiro Digital - o blog do jornalista Alexandre Gonçalves

Destaques do site Farol Reportagem

Destaques do Laranjas - A verdade até as primeiras consequências

segunda-feira, 28 de junho de 2004

Lá no mar

Desde aquele dia
Nunca mais esquece
A dor, que agonia
Do amor que perdeu
Lá no mar
Lá no mar

Não havia pontes
Como hoje há
De olho no horizonte
Sentado no miramar
Onde está?
Onde está?

Pensou em andar
Sobre as águas do mar
Sobre as águas...
Há um mistério lá
Alguém há esperar
Há um mistério lá
Alguém há esperar...


"Lá no mar" é letra de uma música inspirada numa história que meu avó Antônio, pescador, contava sobre um navio que havia afundado ali na Baía Sul, mais ou menos entre a Ponte Hercílio Luz e a Ponte Colombo Salles (num tempo em que não havia três pontes como hoje há...). Dizia meu avó que aquele local era (é?) o de maior profundidade de toda a baía. Se tudo isso é verdade, eu não sei. Só sei que como todo bom pescador, meu avó também era um bom contador de histórias...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário